08/01/2020

Caer faz balanço do ano e tem perspectivas positivas para 2020

Em 2019 a Caer (Companhia de Águas e Esgotos de Roraima) trabalhou arduamente para manter o tratamento e distribuição de uma das melhores águas do Brasil. Investimentos, incluindo na área de esgoto, foram uma das prioridades, além da capacitação dos colaboradores, aumento da frota, entre outros.

Além da qualidade dos serviços ofertados, a extensão das redes de água e esgoto colocam Roraima em destaque nacional em saneamento básico, com reflexos diretos na saúde pública, já que cada real investido em saneamento economiza quatro reais no tratamento de doenças.

Indicadores atuais

Extensão de rede de abastecimento de água: 1.113.421 metros

Número de ligações domiciliares: 94.157

Volume de água tratada: 36.049.465 m³/ano

População Urbana atendida com serviço de abastecimento de água: 446.579

Com a moderna estrutura das estações de tratamento, a Caer exerce um rigoroso controle de qualidade da água distribuída, sob o aspecto sanitário.

 ESTAÇÃO DE TRATAMENTO DE ÁGUA - ETA

O abastecimento de água da capital está dividido em dois sistemas: Captação superficial no Branco, localizada no bairro São Pedro, que através de duas adutoras, se interligam a duas estações de tratamento de águas (ETA) e a captação subterrânea realizada em diversos bairros da cidade, através dos 62 poços tubulares instalados atualmente.

ESTAÇÃO DE TRATAMENTO DE ESGOTO - ETE

A Estação de Tratamento de Esgotos tem capacidade de tratar a vazão de 1.250 litros por segundo. A Caer possui 42 Estações Elevatórias e uma Estação de Tratamento de Esgoto somente na capital. Em 2008, a capital possuía 259km de rede, o que correspondia a 17,15%, atendendo 6.267 de ligações domiciliares. Com a entrega da 5ª etapa, esse percentual passa para 85% de redes implantadas e até 2020, com a conclusão da 4ª, esse número passará para 93,60%, correspondendo a 1.101,76 km de rede, atendendo 68.869 domicílios.

Já foram concluídas as três primeiras etapas e estão em andamento as obras da 4ª (81,07%) e 5ª etapas (100%). Atualmente, as frentes de trabalho estão nos bairros Centenário e Nova Canaã (4ª etapa). Continuam em andamento os serviços de ligações intradomiciliares da 5ª etapa.

No interior, a Caer trabalhou pesado. As equipes técnicas visitaram todos os municípios para colocar em prática os serviços necessários para ampliar o abastecimento, revitalização de prédios e muito mais.

BONFIM

Recuperação do sistema que estava desativado há 13 anos. As obras de revitalização foram realizadas com recursos da Caer, no valor de R$ 150 mil, e inclui a reativação do CRD com capacidade para três milhões de litros, que beneficia mais de 1.500 pessoas. Também foi feita a ampliação do sistema de distribuição de água, com extensão da rede em mais 150 metros para as áreas Free Shop e ativação da EEE (Estação Elevatória de Esgoto).

Bonfim é abastecido por nove poços artesianos e tem um total de 1.423 imóveis com ligação de água. Em 2019 houve um aumento de 286,92% na arrecadação. Em 2019 a Companhia realizou a instalação de hidrômetros no município.

MUCAJAÍ

Mucajaí é abastecido por vinco poços artesianos e possui uma ETA (Estação de Tratamento de Água de 175 mil litros/hora), além de duas elevatórias. O município tem um total de 3.454 imóveis com ligação de água. A Companhia também está instalando hidrômetros no município. A agência local, situada na Rua Joaquim Pereira, s/n, Centro, passou por limpeza e reforma na parte estrutural com recursos próprios da Caer.

Ainda em Mucajaí, houve investimento de R$ 20 mil na Vila Pirilândia, com expansão 600 metros de rede atendendo 76 imóveis.

CARACARAÍ

Caracaraí tem um total de 3.374 imóveis com ligação de água. Muitos imóveis ainda não foram documentados pelo município e possuem ligações irregulares, o que dificulta o cadastramento para faturamento, caso do Bairro Santo Antônio. A caixa de água pertence ao Município e a Caer dá manutenção, uma vez que faz parte do sistema de abastecimento local.

NORMANDIA

Normandia tem um total de 859 imóveis com ligação de água. A Companhia instalou hidrômetros no município de Normandia durante esse ano.

PACARAIMA

Pacaraima é abastecida por nove poços artesianos e uma ETA com capacidade de tratamento de 75 mil litros/hora. Além de um elevado com capacidade para 125 mil litros e outro para 250 mil litros, localizado no Bairro Vila Nova, um apoiado de três milhões de litros. A captação ocorre na barragem do Sargento Ávila com a utilização de duas bombas. A Companhia instalou 19 hidrômetros no município e já totaliza mais de mil atualmente.

SÃO LUIZ

São Luiz possui oito poços artesianos, uma estação de tratamento com capacidade para 82 mil litros/hora, um apoiado com capacidade para 50 mil litros, um apoiado com capacidade para 350 mil litros e uma caixa d’água com capacidade para 120 mil litros. Tem um total de 1.502 imóveis com ligação de água.

SÃO JOÃO DA BALIZA

São João do Baliza é abastecido pelo Centro de captação do Rio Baliza, possui uma estação de tratamento com capacidade para 65 mil litros/hora e um reservatório elevado com capacidade para 500 mil/litros. Além de 12 poços artesianos. Tem um total de 1.568 imóveis com ligação de água.

IRACEMA

Iracema é abastecido por nove poços e com cloradores. Tem um total de 1.383 imóveis com ligação de água cadastradas.

Na vicinal do município, houve um investimento da empresa em Campos Novos de 1.240 metros de extensão de rede, um custo estimado de R$ 40 mil reais. E a empresa está realizando estudo de campo e concluindo o cadastro das residências para investimentos em redes de esgoto.

CANTÁ

Cantá é abastecido por quatro poços artesianos e uma caixa com capacidade para 110 mil litros. Tem um total de 1.628 imóveis com ligação de água. A Companhia também está instalando hidrômetros no município e já totaliza 675 equipamentos instalados.

RORAINÓPOLIS

Rorainópolis é abastecido por dez poços artesianos, com uma estação de tratamento com capacidade de 100 mil litros/hora, um reservatório com capacidade para 1.300 litros e dois elevados com capacidade de armazenamento para 250 e 120 mil litros de água, respectivamente. Tem um total de 3.013 imóveis com ligação de água cadastrados. A Companhia também está instalando hidrômetros no município e já totaliza 687 equipamentos instalados.

A Companhia fez investimentos na Vila Nova Colina. Um total de 1.240 metros de extensão de rede, um custo estimado de R$ 40 mil reais. A Vila possui quatro poços artesianos, um reservatório elevado com capacidade de armazenamento para 30 mil litros.

CAROEBE

Caroebe é abastecido por Água captada do Rio Caroebe, um reservatório elevado com capacidade para 125 mil litros e um reservatório apoiado com capacidade para 250 mil litros. Além de uma estação de tratamento com capacidade para 104.400 litros/hora. Tem um total de 1.790 imóveis com ligação de água cadastrados. A Companhia também está instalando hidrômetros no município e já totaliza 1.127 equipamentos instalados.

AMAJARI

Amajari é abastecido por seis poços artesianos com cloradores, um reservatório elevado com capacidade para 50 mil litros e um reservatório apoiado com capacidade para 70 mil litros. Tem um total de 486 imóveis com ligação de água cadastrados. A Companhia também está instalando hidrômetros no município e já totaliza 124 equipamentos instalados.

UIRAMUTÃ

Uiramutã é abastecido por dois poços artesianos com cloradores e captação de água da barragem da Cachoeira Pauiá. A empresa iniciou este ano o cadastro das residências com atualização do mapa do município.

ARRECADAÇÃO

Visando aumentar a arrecadação e reduzir a inadimplência, no mês de janeiro, a Companhia lançou a campanha Cliente Padrão, disponibilizando aos consumidores inúmeras facilidades, como por exemplo, descontos de até 100% nos juros e multas, dependendo do montante da dívida, parcelamento de cinco a 60 vezes, com entrada de 10 a 30% de desconto, descontos diferenciados para pagamento à vista, no cartão de débito ou crédito, entre outras. Mais de 100 parcelamentos foram realizados.

No mês de dezembro a Companhia iniciou um mutirão em parceria com o Cejusc (Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania) do TJRR (Tribunal de Justiça de Roraima). O Mutirão de Conciliação teve 202 audiências previamente agendadas. A Caer ofereceu desconto de até 100% sobre juros e multas, parcelamento dos débitos em até 60 vezes, feito na própria fatura ou em até 12 vezes no cartão de crédito, além da redução do percentual da entrada para todos os parcelamentos, de apenas 10% da dívida negociada.

A diretoria decidiu por estender o mutirão a todos os clientes, prorrogando o prazo até 27 de dezembro e mais de mil usuários aderiram ao mutirão. As adesões fechadas nas duas prorrogações somam quase R$ 3 milhões, superando as expectativas.

PROGRAMAS AMBIENTAIS

Os projetos desenvolvidos pelo NMA e que fazem parte do Programa Socioambiental da Caer têm refletido de forma positiva para a Companhia, como empresa de responsabilidade social e ambiental. As atividades educativas executadas nas escolas públicas e particulares resultaram na implantação de projetos para captação de água das centrais de ar das salas de aula e a reutilização de resíduos sólidos, como pneus e garrafas pet para plantio de plantas ornamentais e hortaliças na área externa da escola.

BALANÇO DAS ATIVIDADES

Foram ministradas 76 palestras de Educação Ambiental atendendo 5.058 pessoas, realizadas 42 visitas na Estação de Tratamento de Água. A Campanha ‘Caer nos rios’ envolveu 284 Voluntários com uma media 1,65 toneladas de resíduos coletados dos mananciais. A Caminhada Ecológica envolveu 130 Voluntários com uma média de 300 kg resíduos coletados dos mananciais.

GESTÃO DE RESÍDUOS SÓLIDOS:

Total destinado para a associação de catadores: 6.219,4 toneladas

TOTAL DE PESSOAS ATENDIDAS PELO NMA/CAER: 6.144 pessoas

INVESTIMENTOS NA FROTA

A CAER investiu ainda na aquisição de oito motocicletas factor Yamaha de cor branca e 150 cilindradas para reforçar o trabalho das equipes. A empresa dispõe de veículos, porém, em sua maioria estavam em estado de depreciação. Além disso, a empresa realizou processo licitatório para aluguel de veículos, incluindo a manutenção dos mesmos, o que vai reduzir os custos para a Companhia e refletir na boa prestação de serviços para a sociedade.

 

09/01/2020 08:23 - Ascom/CAER
Compartilhe: